COLUNA TEXTOS VIDA IMAGENS RECADOS

A popularidade do General Médici

Brasília (Sucursal) — As sucessivas manifestações de aprêço e carinho pela pessoa do General Médici deitam suas raízes no primeiro contato do Presidente da República selecionado pelos comandos militares com a opinião pública nacional. Vivíamos então momentos sombrios, de incerteza e apreensão, suprimida a ordem constitucional e impossibilitado de exercer seu mandato o Marechal Costa e Silva, inutilizado por enfermidade que parecia uma sequela do constrangimento em que viveu seus últimos meses de Govêrno.

O ambiente era sombrio, dissemos, mas as sombras começaram a se dissolver com o primeiro discurso do nôvo Presidente. O General Médici começou por se revelar um homem sem a ambição do poder, ao qual chegava pelo imperativo de uma decisão do comando militar. Estava, portanto, em condições de condicionar o exercício do Govêrno a normas de conduta e a objetivos finais dos quais a Revolução por um instante parecia se distanciar. Sua presidência não seria a continuação e a [...]
13/10/1970

"Sou apenas um pobre nordestino perseguido pela diversidade" (frase predileta)

Carlos Castello Branco, o repórter do Brasil
Texto de Zózimo Tavares

"O Piauí teve, sim, outros expoentes, mas foi Carlos Castello Branco, o menino da Rua da Glória, a nossa glória maior”

Durante mais de meio século, ele foi o repórter político do Brasil. Um repórter que soube interpretar o país, na agonia de duas ditaduras e na esperança de duas redemocratizações; no suicídio de um presidente da República (Getúlio Vargas), na renúncia de outro (Jânio Quadros), na deposição de mais um (João Goulart) pelas armas e no impeachment de outro (Fernando Collor) pelas armações. [+]

Ao metre
Texto de Merval Pereira

No dia 25, o jornalista Carlos Castello Branco, uma espécie de patrono dos colunistas políticos brasileiros, o maior entre nós todos, teria feito 90 anos. Reproduzo aqui trechos do prefácio que escrevi para a reedição de seu livro clássico “Os militares no poder”, da Editora Record. E adianto que brevemente estarei lançando um livro, pela mesma editora, com o título de “O lulismo no poder”, uma homenagem ao mestre. [+]

Na seção TEXTOS você encontra todas as "Colunas do Castello" publicadas diariamente entre os anos de 1963 a 1993, além de entrevistas, discursos e correspondências. [+]

Os fatos narrados de forma precisa, clara e direta.
Desde Jânio Quadros até Fernando Henrique Cardoso.
[+]